Como Tudo Começou…

O sonho do vestido de casamento que deu origem à confecção de sonhos para noivas

A designer e criadora da Amalinus, Ana Carolina Braga Baeta, tem uma história de amor e inspiração, que une como costura, o seu casamento e seu atelier.

Desde pequena, ela acompanhava suas tias, avó e principalmente sua mãe, Lúcia, na confecção de seus looks em casa. Na adolescência, participava de rodas de aprendizado com as costureiras da família, discutindo e aprendendo sobre métodos, tecidos e bordados, o que fez com que começasse bem cedo a criar seus próprios looks.

Foi essa bagagem de conhecimento em técnicas e materiais que levou Ana Carolina ao momento da confecção de seu primeiro vestido de noiva: o vestido de seu próprio casamento.

Com o noivado firmado em junho de 2017 – e com as inspirações no mundo das princesas desde a infância – ela logo começou a planejar o seu grande dia junto à sua mãe. Dona Lúcia foi resistente em aceitar a ideia de participar da confecção do vestido de casamento da filha, pois com a exigência de uma cliente mais que especial o desafio parecia grande! Mas Ana Carolina insistiu e acreditou no potencial das duas, sem saber que a ideia de colocar a mão na massa (ou melhor, nos tecidos) não teria seu fim após a cerimônia. Ela estava entrando no mundo das noivas, para permanecer nele, muito além de seu próprio casamento.

Assim, as duas começaram a trabalhar naquele que seria o maior de seus projetos juntas. Magia, flores e um jardim encantado eram a inspiração principal, pois o desejo da noiva era entrar no altar como uma fada e cada elemento do vestido deveria representar, à sua maneira, este conceito.

A construção do sonho foi inteiramente handmade por mãe e filha. Da união de trinta pétalas costuradas a mão, surgiram mais de cem flores, aplicadas uma a uma por todo o vestido. Na saia, as camadas em organza off white brilhante reluziam os bordados com cristais. A cauda de tule tinha três metros e parecia flutuar, deixando cintilar suas gotas de cristais aplicadas cuidadosamente, como pó de Pirlimpimpim.

A junção de cada detalhe deu origem a um vestido único para Ana Carolina. E este processo foi o que acendeu a vontade de transmitir a sensação que teve em sua experiência para todas as noivas.

Ela recebeu das mãos de sua mãe o presente que considera o mais especial que poderia ganhar: o vestido para o seu grande dia, criado em conjunto, com muito amor e costurado à mão por pessoas dedicadas a criar algo único. É exatamente com esse propósito que surgiu a Amalinus, um atelier dedicado a traduzir a essência das noivas em peças exclusivas e especiais, como o vestido feito por Dona Lúcia e sua filha.

Acesse nossa página de Fotos para ver mais detalhes do vestido.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.